Playoffs do CBLOL voltam a ser presenciais depois de quase três anos e muitas mudanças
Compartilhar

Foto: GE

Entre as muitas restrições que a covid-19 impõe mundialmente, uma delas foi a realização dos campeonatos de eSports presencialmente. O CBLOL teve sua última edição presencial em 2019, quando ocorreu seu 2º Split. Desde então, muita coisa mudou no cenário competitivo, enquanto o mundo tentava retomar sua antiga versão.

A partir desta sexta-feira (25), a competição volta a acontecer presencialmente, quando ocorrem os playoffs do 1º Split do CBLOL 2022. A competição volta aos estúdios e, junto dessa retomada, vem também a nostalgia de lembrar como eram as coisas antes da pandemia.

Na edição de 2019, 8 equipes competiram, diferente das dez que estarão nos playoffs desta vez. Além disso, quatro desses times da última edição presencial não estão mais na competição: CNB e-Sports Club, Redemption POA, Team oNe e Uppercut. Essas e outras equipes se enfrentaram ao longo de 11 semanas de competição, até chegar à final, em uma Jeunesse Arena lotada no Rio de Janeiro.

Em 2022, o 1º Split traz como principal novidade a mudança de estúdio do CBLOL, que será inaugurado nesta etapa da competição. A novidade tem animado o público do LoL competitivo, afinal, toda mudança é bem-vinda, principalmente após tanto tempo sem que as competições pudessem ser realizadas presencialmente.

Quem saiu e quem ficou

Muitos pro players e equipes passaram por mudanças durante todo esse tempo. Uns deixaram o cenário competitivo, enquanto outros migraram para games como o Valorant, caso de Lusska, que contou um pouco mais sobre essa mudança e sua jornada de carreira para o portal Betway Insider.

Enquanto algumas equipes encerraram suas atividades, outras foram incorporadas a times maiores. Quanto aos jogadores, como é de praxe, alguns mudaram de time e outros mudaram de função dentro do cenário competitivo de LoL.

Um dos casos mais conhecidos é o de Murilo “Takeshi”, ex-oNe. Hoje, ele atua como comentarista da Riot Games Brasil. A competição de 2019 foi, inclusive, seu último ato enquanto pro player. Com a oNe finalizando o CBLOL daquele ano rebaixada, Murilo anunciou sua aposentadoria das competições após longos oito anos de ótimos serviços prestados ao cenário.

Ao fim do CBLOL 2019, uma outra mudança marcou o competitivo da categoria: o fim da CNB. Mesmo com todo seu impacto e tradição, a equipe encerrou suas atividades após cair para o Circuito Desafiante. O fim da equipe no cenário competitivo foi oficializado após a venda de seu lugar na categoria para o time de eSports do Santos Futebol Clube.

Ao fim da competição, o Flamengo se sagrou campeão ao bater a INTZ por 3×2. Era a terceira vez que o time carioca chegava na decisão, mas tinha ficado com o vice nas duas oportunidades anteriores. O fator casa com uma arena lotada, sem dúvidas, pesou a favor do time RUbro-Negro, que tantos fãs tem na cidade do Rio de Janeiro.

Aquele time campeão é considerado uma das equipes mais históricas do cenário competitivo brasileiro. Sua principal figura, até pela conexão com a cidade do Rio de Janeiro, sede do Flamengo, era BrTT, que já teve sua carreira de sucesso no CBLOL destrinchada em matéria de site de apostas de LoL.

Recomeço em 2022

O 1º Split de 2022 já tem seus confrontos com data e horários definidos:

  •  Netshoes Miners x Liberty – Sexta-feira (25), às 13h;
  • KaBuM x RED Canids Kalunga – Sábado (26), às 13h;
  • FURIA x paiN Gaming – Domingo (27), às 13h.

A final acontece no dia 23 de abril. Os fãs do LoL competitivo podem acompanhar a transmissão pela TV, no canal Sportv3.

Lojas em Destaque
Relacionados
Assine nossa nesletter

Quer receber novidades e dicas quentes da Tec8? Digite abaixo seu e-mail e assine nossa newsletter.


Parceria Tec8 Quer ser parceiro do Tec8? Entre em contato. Entrar em Contato